Declarar o Imposto de Renda: 5 erros que você não pode cometer

Declarar o Imposto de Renda pode ser um problema para quem não entende sobre o assunto. Quando falamos de pessoa física, as dúvidas são ainda maiores. Nessa obrigação, erros muito básicos podem causar graves consequências.

Ainda que seja um procedimento recorrente, muitos contribuintes se perdem em equívocos simples. Por isso preparamos este conteúdo sobre os 5 erros mais comuns na hora de declarar o imposto de renda.

Você sabe quais são eles? Continue lendo e descubra!

1. Informar números incorretos

A informação de números incorretos é um erro mais corriqueiro entre os contribuintes do que se imagina. Quando ele é notado a tempo, basta fazer uma retificação para solucionar o problema. O pior acontece quando a constatação desse erro não é imediata.

Quando a Receita Federal verifica a informação e nota que ela não condiz com o que foi declarado por outras organizações, a dor de cabeça está feita: além da notificação para regularização da situação, o órgão pode requerer o pagamento de multas.

2. Deixar de declarar o rendimento de dependentes

Esse é um erro muito recorrente que é fatal para prejuízos. Na declaração do Imposto de Renda não se pode esquecer de informar também os rendimentos dos dependentes. Uma vez que a Receita Federal constata a omissão, pode aplicar multas e sanções com base nesse valor. Portanto, as rendas dos dependentes devem ser incluídas.

3. Esquecer de declarar a aposentadoria

A falta da declaração dos valores recebidos pelo INSS podem levar você à malha fina. Omitir essa  informação significa que você está escondendo algo que vem de um órgão do próprio Governo Federal, portanto, detectar irregularidades desse cunho é muito simples.

Sendo assim,  preste atenção na hora de declarar, não deixando de fora os recebimentos de aposentadoria provenientes do INSS. Rendimentos referentes àquele ano, vindos de planos de Previdência Privada (VGBL e PGBL, por exemplo) também precisam ser informados.

4. Incluir o mesmo dependente em mais de uma declaração

Principalmente para os casais que tem filhos, é comum ver um mesmo dependente inserido em mais de uma declaração. Não inclua o mesmo filho nas duas declarações, pois isso é proibido por Lei.

Se você comete esse erro, fica sujeito ao pagamento do tributo adicional, já que a Receita determinada com o irregularidade. Essa declaração deve ser retificada e emitida sem a informação indevida do dependente.

5. Lançar erroneamente despesas médicas

Esse é o erro mais comum de todos os citados. As despesas médicas sempre trazem muita confusão aos contribuintes. Lembre-se de que a Receita Federal cruza dados enviados pelos médicos e clínicas com os declarados: redobre a atenção sobre esses lançamentos ao declarar o Imposto de Renda.

Sendo assim, apenas lance despesas médicas caso tenha como comprová-las. Para não se complicar com a fiscalização, é preciso guardar o comprovante da despesa médica por 5 anos (período cujo órgão tem para auditar as informações declaradas).

Fique atento aos tópicos mostrados para nunca mais cometer irregularidades com o Leão. Declarar o imposto de renda não precisa ser um tormento, basta ter a orientação correta e tudo é feito de forma simples e sem dores de cabeça.

Tem dificuldade com essas e outras obrigações fiscais? Entre em contato conosco, conte as suas experiências e saiba como podemos ajudar!

Deixe uma resposta 0 comentários