A Importância da Demonstração de Resultado de Exercício

A Demonstração de Resultado do Exercício é uma das obrigações mais importantes de qualquer empresa quando o assunto é Gestão Financeira.

A Demonstração de Resultado do Exercício tem papel importante na tomada de decisões por parte dos gestores das empresas e concentra informações de grande relevância para a realização de um bom planejamento estratégico e uma boa Gestão Financeira de uma empresa.

Neste post, vamos abordar de forma completa e simples, tudo que você precisa saber sobre a Demonstração de Resultado do Exercício (DRE)  para que você possa começar utilizar a DRE na Gestão Financeira de uma empresa. Vamos lá?

demonstração financeira

O que é Demonstração de Resultado de Exercício?

A Demonstração de Resultado do Exercício é um documento contábil. Trata-se de uma ferramenta utilizada na Gestão Financeira de uma empresa para analisar se o negócio em questão está sendo lucrativo ou não.

Seu objetivo é detalhar a composição do Resultado Líquido de uma empresa no período de seu exercício financeiro, normalmente elaborada mensalmente e consolidada de janeiro a dezembro (12 meses). 

A Importância da Demonstração de Resultado de Exercício

demonstacao do resultado do exercicio

A Gestão Financeira, o resultado de investimentos e estratégias adotadas ao longo de um certo período, são facilmente visualizados através da DRE seguindo uma lógica de uma Contabilidade Estratégica bem estruturada.

Algumas informações necessárias à realização de Gestão Financeira e um planejamento estratégico de uma empresa são refletidas através da Demonstração de Resultado do Exercício, possibilitando que através da simulação de cenários o estudo de novas estratégicas a serem aplicados no futuro. Veja alguns exemplos de análises que extraímos da DRE em nossos clientes:

  • Capacidade de Geração de Lucro
  • Resultado por Vendedor
  • Resultado de Equipe de Vendas
  • Custo Operacional
  • Custo Fixo
  • Margem de contribuição
  • Ponto de equilíbrio
  • Viabilidade de operação
  • Custo tributário
  • Planejamento Tributário
  • Entre outras.

Estrutura da Demonstração de Resultado de Exercício

A Demonstração de Resultado do Exercício é formada de maneira lógica e sequencial. De forma simplificada, a estrutura da Demonstração de Resultado de Exercício, UTILIZADA PELA PRÓ RESULTADO E PELA RESULTADO EM FOCO é ESTRUTURADA SEGUINTE FORMA:

(+) Receita de Vendas

Toda a receita gerada pela venda de produtos, mercadorias, prestação de serviço ou recebimento de royalties.

(-) Deduções e Impostos

Mostra os descontos oferecidos e abatimentos de impostos que incidem diretamente sobre a venda, como ICMS. Lembrando que estes valores são são de gestão direta da empresa.

(=) Receita Líquida

Um dos primeiros indicadores que a Demonstração de Resultado do Exercício nos fornece, fundamental a qualquer organização, independente do porte. A Receita Líquida, representa o valor disponível para gestão do negócio.

(-) Custo Variável

Os gastos relativos à fabricação de um produto, compra de uma mercadoria ou preparação de um serviço.

Composta pelo CPV (Custo de produtos vendidos), CMV (Custos de mercadorias vendidas) e CSP (Custo dos Serviços Prestados).

(-) Despesas Variáveis

Despesa não atrelada diretamente à produção, mas tem forte relação com as atividades de produção e vendas. 

(=) Margem de Contribuição

É a Margem Bruta menos as Despesas Variáveis. Ou seja, a capacidade de geração de valor para pagamento das despesas fixas.

(-) Gastos com Pessoal 

Desembolsos que a empresa tem relacionados a seus funcionários, como salários. Aqui, normalmente, também separamos em grupos de pessoal direto e indireto.

(-) Despesas Operacionais

Todas as despesas fixas relacionadas aos gastos para manter a empresa em funcionamento. 

(-) Depreciação, Amortização ou Exaustão

Provisões para despesas com a perda de valor dos ativos da empresa durante o tempo que eles vão ser utilizados pela companhia

(=) Resultados antes do IRPJ e CSLL

Resultado da conta até aqui, desconsiderando o impacto dos tributos que são cobrados sobre o resultado (IRPJ e CSLL).

(=) Resultado Líquido

Obtido a partir da subtração dos impostos e taxas pagas sobre o lucro bruto. Corresponde ao resultado final da empresa, gerado no período avaliado.

(-) Investimentos e Amortizações de Créditos

Aqui, temos um acréscimo na estrutura standard da demonstração, ideia desta inclusão é, verificar se o Lucro gerado pode arcar com todos os investimentos e amortizações necessárias para manter a operação e/ou estruturar a empresa para buscar o resultado definido no planejamento estratégico.

(=) Resultado de Valor Líquido Adicionado

Como resultado da análise, temos o valor adicionado de “riqueza”, ou seja, o valor realmente disponibilizado para os acionistas, já deduzidos das necessidades de investimentos. 

A DRE é, portanto, de fundamental importância para a Gestão Financeira e para as mais diversas tomadas de decisões. Tornando, assim, a sua existência extremamente essencial para o planejamento e contabilidade estratégica de uma empresa.

E então, gostou de conhecer a Demonstração de Resultado do Exercício? Deixe seu comentário e assine nossa newsletter!

Veja o vídeo onde explico na prática sobre a DRE

Siga-me nas redes sociais: Instagram, Linkedin, Facebook, Twitter

Deixe uma resposta 0 comentários