O que é Business Model Canvas e como Aplicar – Planejamento Estratégico Sistêmico

O que é Business Model Canvas e como aplicar? Se você está procurando ​montar o seu modelo de negócio para fazer o planejamento estratégico da sua empresa​, está no post certo!

Muito se fala em ​modelos de negócio​, mas você sabe exatamente o que é isso? Muita gente não sabe, mas é justamente por que não há uma definição concreta! Pensando nisso, o consultor suíço Alexander Osterwalder começou a desenvolver sua tese de doutorado que daria origem ao ​Business Model Canvas.

O que ele criou buscava ​incentivar a inovação e criação colaborativa​ e, usando de conceitos de design thinking​, desenvolveu o ​Business Model Canvas​, uma tela separada em nove blocos, que você vai conferir mais a frente neste post.

O que é o Business Model Canvas?

Um ​Business Model Canvas​ permite que todo o negócio seja visualizado em uma única tela, assim fica muito ​mais fácil a visualização​ do que em um texto, por exemplo. Além disso, a disposição dos ​9 blocos​ permite a ​conexão estratégica​ entre as diferentes áreas do negócio.

Assim, com mais criatividade, menos texto e uma ​equipe trabalhando em conjunto no projeto​, fica muito mais ​divertido e intuitivo criar e planejar o modelo do seu negócio​. Além disso, usando essa tela, você pode ainda aplicar post-its e sair rabiscando como quiser, sempre adicionando novas ideias.

Vantagens do Business Model Canvas

A maior vantagem, com certeza, é ​visualizar a totalidade do negócio mais rapidamente e ​organizar graficamente as ações​ de cada área de maneira ​muito prática​, tornando possível entender o papel da sua empresa.

O principal objetivo do Canvas é ajudar com que você tire suas ideias do papel, ​planejando um negócio de sucesso de forma simples​, com a oportunidade de ter diversas ideias durante o processo. Ele ainda permite a visualização do seu negócio tanto por você quanto pela equipe, que também pode fazer parte efetivamente do processo de construção.

Os Blocos do Business Model Canvas

Os quadrantes a serem preenchidos dizem respeito a ​quatro áreas básicas da construção de um negócio: clientes, oferta, infraestrutura e viabilidade financeira​ e são divididos em nove partes. Continue lendo!

1- Segmentos de Clientes

O primeiro passo do preenchimento do ​Business Model Canvas​ é o bloco de ​segmentos de clientes​. É necessário que você defina um ​nicho de clientes.​ Um negócio deve ser desenvolvido a partir da perspectiva do cliente e, sabendo direitinho quem é ele, fica muito mais fácil traçar estratégias para a empresa.

Defina nichos de clientes, ou seja, que fatia do mercado você deseja atender. Pense em qual é seu perfil, onde eles estão, como estão agrupados e qual sua necessidade comum. A posição do cliente neste quadro não é foi escolhida ao acaso, como pode ser visto na ilustração [USAR ILUSTRAÇÃO], ​o relacionamento com os clientes e os canais têm como foco levar a proposta de valor até o cliente.

2- Proposta de Valor

O segundo passo é ​definir a oferta de valor do seu negócio​. Entenda que “valor” neste caso significa “benefício”. Defina qual é a ​oferta de valor do seu negócio para os clientes​, ou seja, que benefícios pretende entregar e o que poderá levar as pessoas a se interessarem pelo seu produto ou serviço.

3- Canais

Defina por que caminho sua empresa chegará ao cliente, como se comunicará e entregará valor e como o consumidor poderá interagir com seu negócio. Pense em ​canais de comunicação, distribuição e vendas.​ É muito importante verificar que este bloco demonstra graficamente​ a ​importância do encaixe estratégico​ em um ​Business Model Canvas.

4- Relacionamento com os clientes

Defina ​como sua empresa vai conquistar e manter um bom relacionamento com seus clientes​. Pense em estratégias que serão um diferencial, de forma que os concorrentes não sejam escolhidos por preço. Definir boas estratégias de relacionamento é difícil, porém fundamental para a retenção de clientes.

5- Fontes de Receita

Para fechar o lado direito do ​Business Model Canvas,​ as ​fontes de renda ou receita​ é o bloco que determina a maneira ​como o cliente pagará pelos benefícios recebidos. Defina como e quanto seus clientes terão que pagar pelos benefícios que sua empresa oferece. Lembre-se de que, atualmente, as vendas não são o único modelo de receita — considere opções como aluguel, assinatura, licença, entre outras.

6- Recurso Chave

Os ​Recursos Chave​ são os ​ativos fundamentais para fazer o negócio funcionar​. Aliás, todo o lado esquerdo está relacionado à parte operacional do negócio.

Relacione os ativos necessários para realizar sua proposta de valor​ e colocar o negócio para funcionar. Pense tanto nos ativos físicos, quanto nos intelectuais, como recursos humanos e patentes.

Alguns exemplos de recursos são: ativos físicos, como máquinas ou instalações, intelectuais, como patentes, recursos humanos, como equipe de programadores ou atendimento, etc.

7- Atividades Chave

De forma complementar aos ​recursos-chave​, relacione as ​atividades mais importantes para que a proposta de valor seja realizada e a empresa funcione corretamente.

Alguns exemplos de atividades são: Produção de Bens, Resolução de Problemas, Gestão de Plataformas, Vendas Consultivas, Desenvolvimento de Produtos, etc.

8- Parceiros Chave

Identifique toda a terceirização que será feita​, com fornecedores e parceiros necessários como apoio para a realização de sua proposta. Pense em outras ​empresas que ajudarão seu negócio a entregar a oferta de valor​. Não se esqueça de conectar estes parceiros a recursos e atividades chaves.

Qualquer tipo de tarefa ou matéria-prima essencial fornecida por outra empresa e que garanta o funcionamento do negócio deve ser listada neste bloco.

9- Estrutura de Custos

O último bloco do modelo, ​Estrutura de Custos​, descreve todos os principais custos que têm peso no financeiro e são derivados da operacionalização do negócio. Identifique tudo que será gasto para a ​operacionalização de seu negócio​, considerando os custos com canais, recursos, atividades e parcerias.

Gostou do post ou ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário e continue acompanhando nosso blog para mais conteúdos valiosos para o planejamento estratégico da sua empresa!

E não deixe de assinar o formulário para ficar por dentro de tudo o que lançarmos sobre o PES!

E me siga nas redes sociais: InstagramLinkedinFacebookTwitter .

>