Você Também Pode Fazer uso desses Gatilhos Mentais

Muito se ouve falar sobre esses tais gatilhos mentais, mas o que são eles?

O cérebro humano funciona delegando várias funções para o corpo. Tendo tantas possíveis respostas a estímulos externos e internos, é natural que o cérebro automatize várias dessas atividades. Atividades que desencadeiam reações mentais que são chamadas de gatilhos.

Em marketing, são conhecidos muitos desses comportamentos capazes de gerar respostas cerebrais, que tem como intuito gerar decisões de compra. Pode parecer estranho falar disso, tendo em vista o público alvo deste blog, mas conhecer do assunto pode ser um grande diferencial na atenção de um cliente e o fechamento de contratos em potencial.

Alguns desses gatilhos mentais podem ser especialmente importantes para seu negócio ou cliente, por isso, separamos 5 desses gatilhos para você melhorar a eficiência dos seus métodos durante a jornada de compra. Confira conosco!

1. História

As pessoas adoram histórias. Contar uma história que envolva o cliente e o faça sentir algum tipo de emoção, algo que o toque de alguma forma, vai ajudar na tarefa de se conectar com o alvo.

Histórias causam um sentimento de imersão, pois transportam o potencial cliente para a realidade da narrativa. Seus sentidos se conectam com os personagens, com as dificuldades e com o andar dos acontecimentos.

Contar uma história envolve o ouvinte e é um excelente gatilho mental para conquistar audiências.

2. Autoridade

É natural que valorizemos pessoas que sejam, ou ao menos se portem como uma. Alguém que demonstra sua autoridade sobe automaticamente no conceito das pessoas em volta.

Logo, para atrair novos clientes, sua postura como alguém que é autoridade no assunto no nicho dos seus serviços e/ou produtos é essencial.

Aqui estamos falando mais de uma estratégia de criação de imagem do que de vendas por si só. Estabelecer uma imagem de que se é alguém entendido do assunto pode diretamente afetar suas vendas, mesmo que indiretamente.

Uma boa e eficaz alternativa é investir em suas redes sociais e deixá-las sempre movimentada e com conteúdo relevante.

3. Prova Social

Quantas vezes você se deparou com a situação onde precisava, ou simplesmente queria, comprar algo e quis saber se aquele produto era confiável? Imagino que em muitas dessas situações, se não todas, você tenha buscado a avaliação de outros compradores.

A prova social é basicamente isso, mas é interessante estar ativamente pensando em impactar sua audiência com esse tipo de informação. Isso mostra para potenciais clientes que outros, antes deles, usaram e aprovaram os produtos.

Além disto, podem-se usar resultados, mesmo que não apresentados na forma de avaliação e depoimentos de terceiros. Essa prática também traz seus benefícios, pois prova a sua capacidade de bater metas e alcançar resultados.

4. Novidade

Um forte gatilho mental é a exposição à novidades. Afinal, se deparar com algo novo desperta uma curiosidade instantânea.

Aliado ao sentimento de pioneirismo, afinal, quem não quer ser o primeiro, ou um dos primeiros, a testar algo novo? Investir na inovação dos serviços e produtos ofertados pode ser uma boa maneira de atrair uma nova clientela e lucrar em cima disso.

5. Afinidade

Identificação é um sentimento muito forte para nós, seres humanos, pois ao atingir clientes que compartilham das mesmas frustrações e das mesmas dores, criamos um estado de correlação muito interessante.

Ao nos conectarmos, criamos um elo empático, que torna mais fácil a chegada da informação ao espectador. Uma grande barreira mental e social já havia sido derrubada!


Como dissemos, existem muitos outros gatilhos interessantes, mas separamos estes por acharmos que se encaixam melhor com o nosso perfil e o perfil de nosso público. Uma lista mais completa de gatilhos mentais está disponível para todos aqueles que compraram nosso curso de Especialização em Consultoria Empresarial.


E aí? O que achou? Pretende tentar aplicar gatilhos mentais no seu trabalho também? Deixa aí nos comentários suas dicas e dúvidas, vamos conversar.

E me siga nas redes sociais: InstagramLinkedinFacebookTwitter .

>