Mapeamento de Processos SIPOC

Quando falamos em mapeamento de processos, precisamos traçar objetivos para todo o processo. Dentre as ferramentas de mapeamento de processos, destacamos o SIPOC.

Seu nome vem da sigla (Supplier, Input, Process, Outputs, Costumer), em inglês. Que, em português, se traduziria como Fornecedores, Entradas, Processo, Saídas, Clientes.

A utilidade de um mapeamento passa por vários aspectos. Dentre eles, a padronização do trabalho executado, a organização e a identificação de oportunidades de melhorias nos processos.

A implementação de um mapeamento de processos pode permitir que melhor se entendam as falhas e eventuais falhas da empresa e, portanto, aprofundando o conhecimento interno.

Assim, é possível se tornar mais competitivo e eficiente.

Supplier

Nesta etapa da análise, nosso foco é nos fornecedores. Devemos listar os fornecedores envolvidos no processo.

A decisão sobre quais fornecedores devem ser listados e priorizados depende muito do processo e do contexto de aplicação do SIPOC.

Dependendo do setor da empresa que utilizará o mapeamento do processo, a abordagem para essa listagem pode divergir de forma a afetar as escolhas na criação da lista.

O mais importante aqui é ter em mente que os fornecedores tem um papel essencial no andamento do processo, pois os materiais e insumos necessários para tal precisam vir de algum lugar.

Vamos partir de um exemplo do dia a dia: suponhamos que queira alimentar o seu peixinho dourado. Você comprará a ração e seu cônjuge alimentará o peixe (essa informação é importante mais à frente).

Então, definimos nosso fornecedor, o Pet Shop.

Input

Quem fornece, fornece alguma coisa. Nessa etapa nos preocupamos em mapear cada material e insumo que foi adquirido dos fornecedores.

Novamente, dependendo da necessidade e abordagem tomada, você deve fazer certas escolhas com respeito ao mapeamento.

A análise tomada pode abordar todo tipo de insumo do processo ou ser mais específica e simples, focando apenas em um pedaço da cadeia produtiva.

Um bom exemplo seria a ideia de se mapear todo o processo, ou apenas a parte desempenhada por seu cônjuge, alimentar o peixe.

Neste caso, alguns insumos não precisam ser listados, apenas o que chega até a pessoa que colocará a ração no aquário.

Process

Para descrever o processo em si, devemos entender como as etapas se interligam.

Identificando as etapas, as organizaremos no formato de etapas que avançam o processo de transformação das matérias primas.

Portanto, é importante evidenciar como as etapas serão executadas, na ordem certa.

Existem diferentes formas de descrever os processos, fazendo uso de fluxogramas, manuais, documentos e etc.

Nosso processo fica, então descrito da seguinte forma:

Outputs

Nos mapeamentos de processo SIPOC, assim como nos outros, é importante definir quais são os produtos finais.

A análise nessa etapa, assim como na etapa de entradas, depende do nível de abordagem sendo tomado.

Portanto, as saídas aqui podem tanto ser o produto final quanto a saída de um único processo, que segue para um outro posterior.

Essa etapa de mapeamento é importante para se ter uma ideia clara dos objetivos do processo. Ou, por outro lado, entender o impacto de uma única etapa afeta o rendimento de todo o processo.

Nosso mapeamento fica assim após essa etapa:

Customer

Chegamos à última etapa, onde identificamos quem receberá as saídas de nosso processo. É uma parte importante da análise porque todo o processo só existe por causa do cliente (customer).

Analisar o cliente final pode dar uma boa ideia para orientar todo o processo. Portanto, ter uma forma de organizar as expectativas dos clientes e encontrar formas de melhorar a experiência para eles pode ser muito interessante para todo o processo.

Nosso mapeamento fica assim:


Utilizar uma ferramenta para mapear esses processos permite a identificação e melhoria de inúmeras etapas.

Uma vez identificada uma falha, que se mostra mais claramente em um mapeamento SIPOC, é possível se corrigir e pensar em estratégias mais eficientes e assim, potencializar a produção.

Nos diga o que achou desse mapeamento de processos. Conhece outros? Usa outros? Nos conte aí embaixo.

E me siga nas redes sociais: InstagramLinkedinFacebookTwitter .

>