Impactos das Eleições Americanas no Brasil: Uma Proposta de Análise SWOT

Os impactos das eleições americanas são geralmente muito notáveis em todos os cantos do globo. É fácil notar sua importância pela cobertura intensiva da mídia sobre o caso. Mas isso já era de se esperar.

Com a vitória do partido democrata em terras norte americanas, a expectativa é que todo o mundo seja impactado de uma forma ou outra pela nova abordagem política a ser implementada, divergente da adotada até então por Donald Trump.

Imediatamente levantam-se alguns pontos chave com relação as novas políticas de relações exteriores de Joe Biden e, para o caso de nós aqui no Brasil, quais as posturas serão tomadas e, claro, a grande questão a ser respondida: Sua empresa está preparada para o que está por vir? Como prepará-la?

Conhece a Ti Mesmo

Soa um pouco profético, até bíblico, caso os leitores assíduos das escrituras sagradas, contudo nossa proposta se distancia do filosófico e se aproxima do pratico: você conhece sua empresa a ponto de entender se ela está preparada para as Ameaças no mercado aos quais ela se insere, e as oportunidades ? 

Pensando no novo cenário proposto pela nova economia emergente e a situação em que o Brasil pode se posicionar comercialmente ante ao novo governo dos poderosos ao norte.

Sugerimos um caminho que envolve análises do mercado e da posição em que sua empresa deverá estar, mas quais as principais Oportunidades a serem identificadas?

Vem com a gente dar uma analisada nos impactos nas eleições americanas nessa possível realidade usando um pouco da ferramenta da Matriz SWOT, que você pode conhecer melhor em nossos posts anteriores sobre Planejamento Estratégico Sistêmico!

Mais especificamente, recomendamos a leitura do nosso blog sobre Matriz SWOT.

Impactos no Meio Ambiente

Muito se fala a respeito das questões ambientais envolvidas, visto que as pautas relacionadas ao meio ambiente serão levadas mais a sério pelo próximo governo estadunidense.

Possíveis sanções ambientais podem ocorrer se as ações do governo Bolsonaro com respeito ao meio ambiente se mantiverem como estão.

O que pode até ser uma ameaça para o cargo do atual ministro Ricardo Salles.

Impactos nas Exportações

Contrariando as promessas de medidas protecionistas de Trump, que dificultariam a entrada de produtos de fora nos EUA, Biden pendeu mais para o lado das relações internacionais.

Isso significa que, em seu governo, políticas para a melhora de relacionamentos com outros países devem entrar em jogo e, potencialmente, gerar oportunidades.

De acordo com especialistas, pode haver queda do dólar caso os democratas consigam maioria na câmara e no senado, pois o novo governo tenderá a aumentar os impostos.

Você acredita que o Brasil se beneficiaria de um acordo que possa aumentar nossa exportação?

Impactos nas Relações Exteriores

Outro ministro que pode se ver ameaçado é Ernesto Araújo, à frente do Itamaraty.

O Ministério das Relações Exteriores esteve alinhado com os interesses de Trump e veio, desde o início do governo Bolsonaro, adotando uma postura contrária ao que chamam de ‘agenda globalista’.

Com a mudança de presidente nos Estados Unidos, um afastamento ideológico é inevitável.

É bem possível que a proximidade pouco impessoal que foi desenvolvida entre os governos Bolsonaro e Trump venham a impactar, de maneira bem diversa, a relação entre os dois países.

Impactos nas Relações com a China

E os impactos das eleições americanas não param por aí.

Acredita-se que o Brasil venha a tomar uma postura mais moderada em seu discurso e nas relações com outros países.

Portanto, não há razões para acreditar que seria diferente com seu maior parceiro comercial, a China.

Segundo Marta Watanabe em publicação feita pela Valor Investe e republicado pelo blog da União Nacional de Bioenergia (UDOP), as exportações para o país chinês cresceram 51,4% entre 2019 e 2020, de junho (2019) a junho (2020).


“Entre os principais produtos destinados à China, estão a soja em grão, minério de ferro e petróleo, que juntos respondem por 79% das exportações brasileiras para esse mercado. No acumulado até julho, destacam-se outros produtos como carne bovina (aumento de 160%) e suína (158%).”

Marta Watanabe


No entanto alguns atritos com a embaixada chinesa foram desencadeados pelo alinhamento do atual governo em seus ideais “anti-china” reforçados pela relação com Trump, além da coletânea de declarações polêmicas do Presidente e seus filhos.


“A participação da China nas exportações ou nas importações brasileiras superou a dos principais parceiros no acumulado do ano até julho. No caso das exportações, a participação da China foi de 34,1%, enquanto que a União Europeia, em segundo lugar, registrou fatia de 13,4%.”

Marta Watanabe


Relações mais saudáveis com o gigante asiático podem ser extremamente benéficas para ambos os lados. Segundo reportagem publicada pelo grupo SERPA o Brasil exportou para a china em 2018 um total de $ 66,6 milhões de dólares.

Dos principais produtos exportados, como sua empresa pode se posicionar para aproveitar as oportunidades?

Está inserido em alguma destas cadeias de negócio? Existe alguma ameaça que o impeça de aproveitar estas oportunidades?

Impactos das Eleições Americanas no Brasil: Exportações

Impactos no Agronegócio

Brasil e Estados Unidos são grandes produtores de alimentos e, sendo a população chinesa grande como é, é natural que precise consumir muito desses produtos.

Brasil e EUA travam uma certa disputa pelo mercado chinês de alimentos, mas Trump com sua postura contrária aos interesses do país asiático havia dificultado as relações EUA – China.

Porém, com a vitória de Biden, outra postura deverá ser tomada e os dois países devem se aproximar um pouco, potencialmente concorrendo com o Brasil nas oportunidade das fatias deste mercado.

Por outro lado, retornando rapidamente à pauta ambiental, existe uma oportunidade de crescimento da economia verde para o agronegócio brasileiro, caso o Brasil adote posturas favoráveis à sustentabilidade.

Como você enxerga essa situação? Faz parte da sua área de atuação? Se sim, como vai se portar frente a essas mudanças?

Impactos na Tecnologia

Aliando os aspectos das relações do Brasil com EUA e China, entramos um pouco mais nas disputas comerciais e tecnológicas entre as duas potências.

Acredita-se que Biden mantenha algumas das ideias de Trump com relação à expansão tecnológica chinesa.

Portanto, deve interferir na negociação brasileira com a China para a aquisição da tecnologia do 5G.

Isso impactaria fortemente o crescimento tecnológico chinês, mas também impactaria muito o Brasil, que poderia se beneficiar muito da tecnologia.

As empresas brasileiras do ramo da tecnologia estariam preparadas para lidar com essa disputa? Veem nela uma oportunidade? Uma ameaça?


A vitória de Biden pode e irá trazer muitas mudanças para as relações entre nossos países.

Saber como lidar com essas incertezas e, consequentemente com as mudanças pode ser um diferencial no planejamento da sua empresa.

Deixe aí nos comentários quais acha que são as ameaças e oportunidades que surgem com essas novas dinâmicas políticas e econômicas!

Aproveite e conte um pouco mais sobre as forças e fraquezas que você acredita ter, e que podem ser um trunfo ou uma dificuldade nesses tempos de mudanças!

E me siga nas redes sociais: InstagramLinkedinFacebookTwitter .

Deixe uma resposta 0 comentários