Contabilidade estratégica: 5 ações para o ano novo

O final do ano é aquele momento no qual as finanças precisam ser avaliadas, pautando os planos para o novo ciclo. Se você ainda não aplica a contabilidade estratégica para organizar sua empresa, é o momento mais propício para começar.

Dizemos isso com muita certeza e vamos provar: todas as atividades da sua empresa foram lançadas o ano inteiro pela contabilidade. Essas contas não servem apenas para levar dados ao fisco e proteger a organização de possíveis danos e problemas.

A verdade é que os registros contábeis tem informações poderosas para nortear a tomada de decisão e apresentar a real situação financeira da empresa.

Veja a seguir 5 análises fundamentais para fazer nesse fim de ano e começar o próximo período com tudo em ordem!

1. Demonstrativo de Resultados

A famosa Demonstração de Resultados (ou DRE para os íntimos) é a conclusão do seu período. Nela, se apresentam as receitas e despesas, o lucro e o prejuízo, ou seja, as contas de resultado.

O ponto mais importante é fazer um recorte preciso acerca dos dados que são mais interessantes analisar de acordo com o que a gestão pretende.

A partir da análise do que mudou no período, se constatam informações, como os maiores custos e o que gera mais receita, além de visualização dinâmica da fonte e aplicação de capital.

As metas também podem ser controladas de acordo com o demonstrativo de resultado. Assim, se levanta a movimentação de cada mês, projetando o próximo período. Isso serve de parâmetro para escala anual.

Vale lembrar que a DRE sintetiza as finanças de um período e, justamente por isso, não deve ser analisada apenas anualmente, mas mensalmente. Isso é contabilidade estratégica. Torne-a uma prática constante!

2. Balanço

Saber quanto dinheiro entrou na empresa durante o ano não determina se ela cresceu ou não. A lógica é simples. Se uma empresa ganha R$1.000.000,00 e gasta R$990.000,00, apenas R$10.000,00 é dela, ou seja, ela não “enriqueceu”.

Nesse contexto, o balanço aparece para demonstrar quanta riqueza a empresa deteve no período. Enquanto isso, é necessário destacar o lucro para saber de onde ele vem e como está sendo investido.

O faturamento é importante e precisa ser analisado. Contudo, ele sozinho não reflete a real situação do negócio.

Estoque, títulos a pagar e a receber (bens, direitos e obrigações), além do imobilizado: informações como essas colaboram para que o empreendedor controle a situação financeira, pontuando e prevendo se os recursos suprem os compromissos assumidos.

3. Planejamento orçamentário

Uma vez que o planejamento orçamentário é elaborado, resta analisar os cenários. Diante disso, se o plano for aprovado, deve-se acompanhar periodicamente os resultados.

A ideia é controlar as ações, verificando se o planejamento funciona. Caso a análise demonstre um mau desempenho, volta-se para a fase de elaboração.

Estimando as receitas, despesas, custos e investimentos dos próximos meses, o planejamento orçamentário trabalha juntamente com o balanço e a DRE. Lembre-se de que para planejar o futuro da empresa é preciso conhecer os números dela.

A estratégia, o tático e o operacional da empresa devem ser contemplados: recolha os números e os transforme em base para atitudes. O planejamento orçamentário tem base nos dados da DRE.

Uma vez planejado o cenário desejado — o livro em questão é colocado em pauta —, resta acompanhar os resultados de perto, com detalhamento.

Assim, a gestão conta com informações exatas sobre o que está por vir. Obtendo esse controle, o empreendimento pode se preparar para extrair os melhores resultados.

Além disso, evita problemas previsíveis e se mantém a postos para agir com certeza e rapidez diante das ameaças e oportunidades do mercado.

4. Custos e preços

O conhecimento sobre custos de produtos e serviços prestados é o fundamento da precificação. Lembre-se de que a boa definição dos preços comerciais pode garantir uma vantagem competitiva, além de posicionar a empresa bem diante dos consumidores.

Para que isso seja possível, é essencial calcular as bases do trabalho, colocando todas as despesas e custos em pauta, para assim determinar quais são as melhores práticas de preço, contemplando a saúde financeira da empresa.

Além disso, a tributação atual, bem como as formas e impactos tributários precisam ser conhecidos a fundo. Mas qual é a melhor forma de controlar esses lances? Exatamente: por meio da contabilidade estratégica.

5. Fluxo de caixa

Entradas e saídas de dinheiro do caixa da empresa, controle das datas de caixa e competência, poder aquisitivo, além dos prazos médios de pagamentos e recebimentos: todos esses atos são previstos e acompanhados de acordo com a movimentação do caixa.

Se você se desorganizou nesse sentido, não comece um novo ano sem colocar tudo em perfeita harmonia. Mantenha uma rotina de verificação e registre absolutamente tudo. É importante ter em mente que esses dados empoderam sua decisão.

Um grande erro é deixar algumas aplicações ou entradas de fora do registro. Isso atrapalha a sua contabilidade.

Entenda que se você não registra os pormenores, na hora de usar esses dados para gerar informações e crescer o negócio, isso vai pesar e levar a conclusões que não são baseadas na realidade da empresa.

A contabilidade estratégica tem mais poder do que você imagina

A transparência e a avaliação dos processos são elementos primordiais para que a empresa seja financeiramente bem-sucedida. Independentemente de seu tamanho ou atividade, é importante acompanhar os registros, a fim de estabelecer análises que façam o negócio crescer.

A contabilidade estratégica tem poder para interpretar cada dado lançado e extrair daí soluções para desafios que a empresa está enfrentando. Além disso, se há algum elemento conveniente para fazer um bom negócio, ela se destaca.

Portanto, não desperdice a oportunidade de aprimorar o trabalho da organização e use todas as ferramentas a favor desse propósito, pois empreendimento de sucesso é aquele que planeja, executa, analisa e melhora, continuamente.

Entendeu a importância de munir sua empresa com informações valiosas, mas não sabe por onde começar? Entre em contato conosco e mude agora: somos pioneiros no conceito de contabilidade estratégica e vamos usar toda nossa experiência a favor do crescimento do seu empreendimento.

Além disso, a avaliação é gratuita!

Deixe uma resposta 0 comentários