Aprenda a Definir Prioridades com a Matriz GUT

Criada na década de 80 por Charles H. Kepner e Benjamin B. Tregoe, a Matriz GUT surge como uma ferramenta para ajudar na priorização na hora de resolver problemas.

Utiliza-se a matriz para classificar seus problemas de acordo com 3 diferentes aspectos:

  • Gravidade
  • Urgência
  • Tendência

Acha que pode te ajudar nos seus processos e tomadas de decisão? Continua com a gente aqui no post pra entender melhor e poder aplicar essa excelente ferramenta nos seus negócios ou nos negócios dos seus clientes.

O que é a Matriz GUT

Como dissemos anteriormente, é uma matriz usada para classificar seus problemas em três aspectos distintos.

Gravidade

Relacionado com o quanto problema afeta a empresa, devendo ser analisado com base na gravidade com que impacta ou pode impactar a empresa e seus processos.

Urgência

Diz respeito ao tempo que se tem para resolver o problema. Quanto menor o tempo para sua resolução, mais urgente ele é.

Tendência

Representa o potencial que o problema tem de escalar e se tornar cada vez maior a medida que o tempo passa, bem como seu potencial para diminuir com o tempo.

Após a classificação dos problemas, a matriz objetiva a identificação das prioridades a serem resolvidas.

Já podemos entrar um pouco mais na ideia prática da ferramenta.

Como Fazer

A Matriz GUT é feita, na prática, seguindo-se 5 passos simples.

  • Primeiro Passo: Liste seus problemas.
  • Segundo Passo: Quantifique seus problemas de acordo com cada uma das 3 variáveis descritas anteriormente (Por exemplo, de 1 a 5).
  • Terceiro Passo: Multiplique as notas das 3 variáveis e classifique seus problemas.
  • Quarto Passo: Analise seus problemas, identificando quais são os maiores deles.
  • Quinto Passo: Desenvolva ações com seus respectivos prazos para diminuir ou resolver seus problemas.

Para auxiliar no segundo passo, é interessante que essa quantização não seja feita com parâmetros arbitrários.

Para isso, pode-se utilizar o seguinte modelo de quantização:

Gravidade

  1. Gravidade nula: Os danos são muito pequenos e desprezíveis.
  2. Gravidade baixa: Os danos são pequenos.
  3. Gravidade mediana: Os danos são regulares.
  4. Gravidade Alta: Os danos causados são altos, porém contornáveis.
  5. Gravidade Extrema: Danos gravíssimos que podem ser irreversíveis.

Urgência

  1. Nenhuma urgência: Não existe pressa alguma em resolver o problema.
  2. Pouca urgência: Apesar de certa urgência, este problema pode esperar.
  3. Média urgência: Merecem atenção e devem ser tratados assim que possível.
  4. Muita urgência: Urgente, precisa ser tratado quanto antes.
  5. Imediata urgência: Deve ser resolvido imediatamente.

Tendência

  1. Estático: Nada acontecerá.
  2. Vai piorar no longo prazo: A situação piora devagar.
  3. Vai piorar no médio prazo: A situação já não se agrava tão lentamente.
  4. Vai piorar no curto prazo: A situação vai piorar rapidamente.
  5. Vai piorar rapidamente: Ações devem ser tomadas agora.

Razões para Utilizar

  • Melhora sua tomada de decisão estratégica;
  • Fácil de implementar;
  • Pode ser usada em qualquer ocasião;
  • Foca na resolução de problemas;
  • Pode ser utilizada com outra ferramentas também;
  • Torna simples a alocação de recursos para que sejam sanados os problemas.

E aí, gostou da ideia? Deixa aí embaixo o que acha e se já aplica a matriz GUT!

E me siga nas redes sociais: InstagramLinkedinFacebookTwitter .

Deixe uma resposta 0 comentários