Análise SWOT: o que é e para que serve?

Matriz SWOT, Matriz FOFA, Análise SWOT, chame como quiser: essa ferramenta é poderosa e você definitivamente precisa conhecê-la. As siglas tratam de abreviações: strengths ou forças, weakness ou fraquezas,opportunities ou oportunidades e threats ou ameaças. 

Você deve estar se perguntando: mas para que essa matriz serve? O que essas palavras significam dentro do conceito da análise? Este post responde essas questões, explicando brevemente o uso da ferramenta. Ficou curioso? Venha aprender com a gente!

O que é Análise SWOT?

A Análise SWOT é uma ferramenta em formato de matriz, que serve para interpretar cenários. Quando você precisa tomar uma decisão, é necessário observar alguns pontos específicos, elencando o que tem mais peso na hora de bater o martelo, certo?

Com essa matriz fica mais simples analisar o contexto interna e externamente. Isso serve para a sua empresa, carreira e até mesmo para aspectos pessoais. O que importa é o resultado que você alcança ao enxergar os elementos sistemicamente.

Pontos fortes

As chamadas Forças são os primeiros aspectos do quadrante SWOT. Nesse momento, você precisa elencar quais são os pontos fortes do cenário. Se você está analisando um empreendimento frente a outro, por exemplo, ou a possibilidade de desenvolvimento de um novo produto, é hora de colocar o holofote sobre as características intrínsecas de cada um.

Você deve observar quais são os elementos internos positivos. Olhe para dentro da organização e então pontue tudo que significa uma força relevante. Quais são os atributos únicos do negócio e que só dependem dele mesmo para continuarem funcionando? Essas são as forças.

Oportunidades

As oportunidades se assemelham às forças, pois também falam sobre pontos positivos. O diferencial aqui é que a oportunidade fala sobre uma influência externa, ou seja, não estamos mais falando sobre pontos próprios do negócio, mas sobre elementos de fora que podem beneficiá-lo em algum sentido.

A economia é um bom exemplo de fator externo que pode beneficiar o seu negócio: a alta ou baixa do dólar pode ser uma vantagem para o seu negócio. Veja esse exemplo: se os tributos que você paga são passíveis de alteração de forma que beneficie você, essa é uma oportunidade, pois isso a vantagem está na mão de um órgão externo. 

Pontos Fracos

As fraquezas funcionam como os pontos fortes, mas em seu oposto. São elementos internos que simbolizam negatividades. Se você fizesse uma Análise SWOT de si mesmo, por exemplo, poderia incluir aqui os seus maus hábitos: eles prejudicam você e só dependem de você mesmo.

Procrastinação, preguiça, pouco estudo, são todos pontos que podem ser elencados. No caso de uma empresa ou cenário, é hora de pensar: quais são os atributos negativos internos? Ao ter plena visualização desses problemas, você tem poder para desenvolver planos de melhoria.

Ameaças

Quais são os elementos de fora do seu cenário que podem fazer mal a ele? Os fornecedores são bons exemplos de aspectos que podem estar entre as ameaças. Quando o poder de barganha está nas mãos deles, você pode ficar dependente e ter que desembolsar mais do que gostaria para tocar a sua operação.

Outro exemplo prático: uma cidade vive de Turismo e acontece um desastre natural nela. Não há nenhuma forma interna de controlar esse evento, sendo ele fortemente impactante para o negócio, negativamente, nesse caso. Clima, economia, entre outros aspectos externos e negativos são colocados nas Ameaças.

Para que serve a Matriz SWOT?

Além de saber o que está nas suas mãos para melhorar, ao elaborar uma Matriz SWOT, você descobre também do que é possível tirar proveito e tem autonomia para pensar sobre como minimizar possíveis e prováveis desvantagens.

Há formas mais elaboradas de usar a Análise SWOT — ou Matriz FOFA —, cruzando com outras ferramentas, como as 5 Forças de Porter. A ideia é potencializar a análise, ganhando mais poder para a tomada de decisão e diferenciais competitivos.

Quer saber mais sobre isso? Confira nosso post sobre o Planejamento Estratégico Sistêmico e tenha acesso a uma nova forma de encarar a sua gestão!

Deixe uma resposta 0 comentários