Modelo de Excelência em Gestão: Alcançando Patamares Internacionais

O Modelo de Excelência em Gestão, também conhecido como MEG, passa por uma grande quantidade de pontos cruciais que garantem sua eficácia.

E sendo um conjunto de princípios que almeja o posicionamento de uma empresa em patamares de qualidade internacionais, é natural que haja alguma complexidade.

Mas não se preocupe, passaremos por todos esses pontos aqui, é só continuar com a gente aqui no artigo. Vamos lá?

O que é o MEG?

Foi desenvolvido pela Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) com o objetivo de apoiar organizações brasileiras no que tange à gestão.

A metodologia se apresenta como uma base de apoio para empresas que almejam um desenvolvimento que leve em conta a sustentabilidade, a cooperatividade e a geração de valor social.

Mas para promover tudo isso, a MEG propõe a evolução por meio de sua esfera gestora.

O modelo vem sendo atualizado ao longo dos anos e atualmente é representado por um Tangram.

Modelo de Excelência em Gestão
Modelo de Excelência em Gestão – Fonte: https://gfycat.com/aggravatingregalchuckwalla

A imagem acima apresenta também os fundamentos de um modelo de excelência em gestão. Falaremos sobre cada um deles agora.

Os Fundamentos do Modelo de Excelência em Gestão

Os 8 fundamentos culminam em temas relacionados que, por sua vez, se desenrolam em processos que necessitam das ferramentas adequadas para seu funcionamento.

Abaixo apresentamos os valores e princípios necessários para a excelência em gestão:

Pensamento Sistêmico

Para que nada seja deixado para trás no dia a dia, se faz necessário que todas as partes relacionadas tenham consciência de suas dependências mútuas.

Mas, essa necessidade também surge tanto internamente quanto no organizacional e nos ambientes com que se interage.

Aprendizado Organizacional e Inovação

Na busca da competitividade, toda organização, seus colaboradores e redes precisam estar buscando melhorar sus níveis de competência.

Portanto, devem estar constantemente inseridos em um ciclo de aprendizado de forma a gerar conhecimento e inovação.

Compromisso com as partes interessadas

É necessário que o negócio não perca seu foco.

Mas para que isso ocorra, é preciso que as partes interessadas estejam comprometidas, entendendo as necessidades e demandas do negócio.

Portanto, é fundamental a criação de pactos entre as partes, especialmente com os clientes, alinhando suas expectativas e suas relações com os processos.

Liderança Transformadora

A liderança deve ter uma postura ética, inspiradora e que se comprometa com o alcance do patamar de excelência.

Mas, para isso, deve se atentar aos possíveis cenários e se preparar para lidar com as adversidades que surgirão com cada um deles.

A mobilização de pessoas pelos princípios que movem a organização e a preparação de novos líderes é peça chave deste fundamento e, portanto, não devem ser deixadas de lado.

Adaptabilidade

Uma organização precisa de flexibilidade e agilidade no tempo de resposta para lidar com problemas, pois, do contrário, as chances de sucesso caem bastante.

Portanto, se faz necessária a rápida implementação de melhorias e ciclos que permitam a rápida aprendizagem e a resolução do problema.

Este é um poderoso ponto na cadeia de transformação de uma empresa.

Desenvolvimento Sustentável

O compromisso da organização com os impactos de suas ações no meio ambiente e na sociedade é de extrema importância para uma gestão de excelência.

Essa preocupação e a tomada de atitudes condizentes permite contribuir com a melhoria das condições de vida por meio da ética e transparência.

Orientação por Processos

É preciso que se busque a eficiência das atividades desempenhadas pela organização.

Portanto, é necessário que se mapeiem os processos e que eles sejam seguidos, utilizando de informações e dados disponíveis para agregar valor à organização.

Geração de Valor

A implementação de processos que agreguem valor ao que é produzido para as partes envolvidas é de extrema importância para uma gestão de excelência.

Para saber mais sobre a geração de valor, leia nosso blog sobre cadeia de valor clicando aqui!

O MEG é um modelo a ser seguido para se alcançar patamares superiores em aspectos de gestão, não podendo ser confundido com uma espécie de certificado. Erro muito comum.

Sua aplicação é um ponto de partida e um norteamento extremamente interessante para organizações comprometidas com qualidade e excelência.

O que achou do texto? Já conhecia o modelo? Compartilha aí com a gente suas opiniões e experiências!

E me siga nas redes sociais: InstagramLinkedinFacebookTwitter .

Deixe uma resposta 0 comentários