4 ferramentas de gestão de pessoas para conhecer e aplicar

Administrar corretamente o capital humano da empresa é essencial para aprimorar constantemente o desempenho da organização. As ferramentas de gestão de pessoas dão suporte aos líderes para avaliar, desenvolver e encantar sua equipe.

Conhecer essas ferramentas é uma maneira de implantar ações eficazes que envolvam os colaboradores na cultura organizacional. Quer conhecer algumas delas para utilizar na sua gestão? Continue conosco!

Entenda o que são ferramentas de gestão de pessoas

Gerir pessoas em uma organização é o ato de administrar os recursos humanos, a fim de que os colaboradores possam desempenhar seu máximo potencial.

Essa tarefa não é realizada apenas por meio do correto pagamento de salários e bonificações ou o cumprimento das obrigações legais. Para contar com uma equipe alinhada, com espaço para aprimorar talentos e trabalhar em sintonia com a cultura organizacional, é preciso fazer mais.

Para isso, existem instrumentos para auxiliar os gestores a implantar medidas que resultem em um capital humano em constante evolução. São 4 delas que apresentaremos a seguir, confira!

1. Nine Box

A matriz Nine Box permite que a empresa avalie a performance dos seus co colaboradores. O gráfico confere a atuação da equipe em dois eixos:

  • o potencial que os trabalhadores têm;
  • quais são os seus possíveis desempenhos.

A partir de um gráfico, o gestor realiza o cruzamento das informações e consegue planejar as ações pertinentes. Por exemplo, um colaborador baixo desempenho e baixo potencial precisa ter sua atuação revista, pois o local de trabalho ou algum fator da empresa pode estar impedindo o desenvolvimento.

Assim, é possível verificar melhor seus colaboradores e pensar em qual estratégia seguir para melhorar o papel daquele indivíduo dentro da organização. Por isso, é uma das ferramentas mais úteis para gestão de pessoas atualmente.

2. Pesquisa do clima organizacional

Essa ferramenta é uma das mais estratégicas que a organização pode usar.

Ela possibilita medir e conhecer o grau de satisfação dos colaboradores com empresa, bem como o nível de satisfação com o ambiente de trabalho e com as tarefas executadas.

A partir da pesquisa do clima organizacional é possível entender o engajamento do time, a motivação, como ele avalia a infraestrutura disponibilizada pela empresa, o impacto da liderança sobre os colaboradores etc.

Entender como os colaboradores se sentem na empresa é o primeiro passo para saber o quais fatores da rotina podem estar afetando o desenvolvimento adequado das atividades. Com isso, medidas para contê-las, controlá-las e melhorá-las são propostas.

O objetivo é tornar a instituição propicia para a produtividade e crescimento. Assim, o ambiente pode ser reestruturado para se alinhar com a cultura organizacional e para que os colaboradores desempenhem suas tarefas dentro dele com excelência.

3. Feedback

O feedback é uma das ferramentas mais eficientes para o alinhamento entre a equipe e a empresa. Por isso, ele é um dos artifícios mais utilizados hoje em dia. Sem ele, os processos passam a ficar desorganizados, a empresa fica insatisfeita e os colaboradores se sentem desamparados.

A partir de reuniões, o time de trabalho enxerga os problemas que podem ser melhorados e esclarecem suas dúvidas. Nesses momentos, também é importante reconhecer bons desempenhos.

Para a organização, os benefícios são:

  • passar aos trabalhadores os pontos que a empresa espera que ele melhore;
  • incluir melhor a atuação do colaborador na cultura organizacional;
  • melhorar o relacionamento entre a gestão e a equipe;
  • aprimorar o desempenho das lideranças.

Por isso, essa é uma prática fundamental para aprimorar continuamente o envolvimento dos colaboradores com a instituição.

3. Employer Branding

Já sabemos a importância de ter uma marca bem conceituada e estruturada para captar atenção e interesse do público. O brand é crucial para que o cliente deseje o seu produto e se empenhe em comprá-lo. Por isso, o marketing é um dos investimentos que mais proporciona retorno para uma organização.

Outro fato de grande peso é o engajamento dos colaboradores. Quando eles estão envolvidos com os propósitos da empresa, se empenham mais e trazem mais resultados. Isso acontece de forma natural.

O Employer Branding é uma ferramenta que unifica esses dois pontos essenciais. Basicamente, ele se utiliza dos princípios do marketing para encantar colaboradores. O objetivo é despertar a vontade do colaborador de estar na empresa.

Faça das ferramentas de gestão de pessoas suas aliadas

As ferramentas de gestão de pessoas são grandes auxiliadores do processo de recursos humanos. É importante que os administradores avaliem constantemente colaboradores e o ambiente de trabalho. Assim, se obtém uma equipe engajada, comprometida e pró-ativa.

Nosso artigo ajudou você a perceber como existem estratégias que possibilitam melhorar a gestão de pessoas? Compartilhe nas redes sociais e espalhe esse conhecimento!

Deixe uma resposta 0 comentários