Regra 80/20 ou Princípio de Pareto

A regra 80/20 ou Princípio de Pareto é uma ferramenta que auxilia na hora de definir prioridades. Sendo assim, ela é uma grande parceira da produtividade e dos resultados, alinhando as ações aos propósitos e metas alçadas.

Para descobrir como ela funciona e de qual forma você deve pensar as tarefas para alcançar esse nível de eficiência, trouxemos este post com as informações que você precisa. Ficou curioso? Então venha conosco e descubra!

Entenda o que é a Regra 80/20 ou Princípio de Pareto

As proporções citadas no nome da ferramenta têm muito sentido para colocá-la em prática: 80% dos resultados são provenientes de 20% das ações.

Esse Princípio diz que a maioria dos seus esforços deve se concentrar nas práticas que realmente rendem, pois além disso é falta de produtividade e desperdício.

Fazendo um paralelo com o nosso assunto preferido, a Contabilidade, a ideia é mapear as ações, identificando as fontes e aplicações de recursos. Feito isso, é hora de colocar o foco sobre o que você deseja ter esse aproveitamento máximo.

Como aplicar essa ferramenta?

Pense nas suas tarefas do dia a dia, na linha produtiva de uma empresa ou na atuação de um setor de vendas. Quais são os objetivos? Fechar um cliente, terminar um relatório, ter uma quantidade x de produto final, entre tantos outros.

É preciso elencar quais atividades durante os processos reservam a maior parcela dentro do resultado esperado.

Se você queria conquistar esse cliente, por exemplo, e gastou tempo preparando um relatório detalhado para dar um diagnóstico preciso, dando soluções que o impressionaram, pode estar aí qual ação merece mais dedicação.

A atividade na qual você deve aplicar mais energia é a que traz a maioria dos resultados. Entendeu?

Elimine o que não for prioridade e foque na eficiência

Antes de começar o seu dia ou dar o pontapé inicial a um projeto, os objetivos — que fazem parte do planejamento estratégico — são o que norteiam todo o esquema, desdobrando metas e direcionando as ações.

No entanto, no meio dos processos, surgem outras demandas e atividades indiretas. Nesse contexto, tudo que é excesso pode ser descartado ou minimizado. Pergunte-se:

  • isso colabora diretamente para o propósito central?
  • realmente agrega valor ao processo?
  • se eu eliminasse essa atividade, qual seria o real impacto?

Essa é uma forma de tornar os procedimentos redondinhos. Recursos aplicados no que não dá resultado, na verdade caracterizam desperdícios ou prejuízos. Isso vale para dinheiro, tempo, energia, pessoal etc., além de ser aplicável para negócios, carreira e vida pessoal.

Por que tornar a definição de prioridades um hábito?

Ao definir as prioridades, você está desenvolvendo a sua capacidade de planejamento, dando ênfase em competências analíticas. Dessa forma, você vai aprendendo a seguir o plano à risca, sem deixar que nada se perca no caminho. Assim, exercita a sua habilidade de manter o foco.

A Regra 80/20 ou Princípio de Pareto (nome que vem de quem o criou) é uma das ferramentas que podem colaborar para que você tenha centro e avance no que planejou estrategicamente.

Ela ainda útil para situações complexas nas quais você precisa cortar custos ou eliminar operações.

A visualização dinâmica do que é realmente importante — o que traz reais resultados — também pode ser obtida por meio de outros métodos, como é o caso da Matriz BCG e do Ciclo de Vida do produto. Falaremos deles na semana que vem: fica ligado!

Deixe uma resposta 0 comentários